Pensamentos

A única maneira de ter um amigo é sendo um.
(Ralph Waldo Emerson)

Razão de existir

segunda-feira, 18 de junho de 2012


“QUANDO Mardoqueu soube tudo quanto se havia passado, rasgou as suas vestes, e vestiu-se de saco e de cinza, e saiu pelo meio da cidade, e clamou com grande e amargo clamor; E chegou até diante da porta do rei, porque ninguém vestido de saco podia entrar pelas portas do rei. E em todas as províncias aonde a palavra do rei e a sua lei chegava, havia entre os judeus grande luto, com jejum, e choro, e lamentação; e muitos estavam deitados em saco e em cinza.

Então vieram as servas de Ester, e os seus camareiros, e fizeram-na saber, do que a rainha muito se doeu; e mandou roupas para vestir a Mardoqueu, e tirar-lhe o pano de saco; porém ele não as aceitou. Então Ester chamou a Hatá (um dos camareiros do rei, que este tinha posto para servi-la), e deu-lhe ordem para ir a Mardoqueu, para saber que era aquilo, e porquê. E, saindo Hatá a Mardoqueu, à praça da cidade, que estava diante da porta do rei, Mardoqueu lhe fez saber tudo quanto lhe tinha sucedido; como também a soma exata do dinheiro, que Hamã dissera que daria para os tesouros do rei, pelos judeus, para destruí-los.

Também lhe deu a cópia da lei escrita, que se publicara em Susã, para os destruir, para que a mostrasse a Ester, e a fizesse saber; e para lhe ordenar que fosse ter com o rei, e lhe pedisse e suplicasse na sua presença pelo seu povo.

Veio, pois, Hatá, e fez saber a Ester as palavras de Mardoqueu. Então falou Ester a Hatá, mandando-o dizer a Mardoqueu: Todos os servos do rei, e o povo das províncias do rei, bem sabem que todo o homem ou mulher que chegar ao rei no pátio interior, sem ser chamado, não há senão uma sentença, a de morte, salvo se o rei estender para ele o cetro de ouro, para que viva; e eu nestes trinta dias não tenho sido chamada para ir ao rei.

E fizeram saber a Mardoqueu as palavras de Ester. Então Mardoqueu mandou que respondessem a Ester: Não imagines no teu íntimo que por estares na casa do rei, escaparás só tu entre todos os judeus. Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?

Então disse Ester que tornassem a dizer a Mardoqueu: Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas servas também assim jejuaremos. E assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci. Então Mardoqueu foi, e fez conforme a tudo quanto Ester lhe ordenou” (Ester 4:1-17)

Frequentemente somos relembrados de que Deus tem propósitos eternos e age na história humana com a finalidade de cumprir seus planos.

É interessante perceber como o cumprimento da vontade de Deus muitas vezes se cruza com as circunstâncias pessoais de personagens da Bíblia. Ele não criou todas as coisas e depois deixou o universo à sua própria sorte, mas interferiu e continua interferindo em favor do Seu plano para a humanidade.  Deus não vive ao sabor dos acontecimentos, mas tem um projeto.

Ester, órfã que havia sido criada por um parente, se vê elevada à condição de rainha persa.  Uma menina tão abandonada quando seus pais morreram, tão sem perspectivas aparentes, é agora a rainha. Seguramente desfrutava de grandes regalias, o que lhe era lícito.

SERÁ QUE ESTOU ONDE ESTOU POR ACASO?
Mardoqueu traz à lembrança de Ester algo que poderia ser a pergunta de cada de nós a si mesmo no dia de hoje: Será que estou onde estou por acaso? Seja a sua posição humilde ou de destaque diante dos homens, permita-me repetir-lhe a pergunta de Mardoqueu: porque que você está onde está? Onde você se encaixa nos propósitos de Deus?

Você não está aqui por acaso, pois cada um de nós é relevante para Deus. Se você quer saber por que está aqui e agora, primeiro compreenda o grande propósito de Deus para este mundo. A partir daí poderá entender como cooperar com o Senhor na consecução de Seus objetivos.

A bíblia esclarece: o propósito de Deus é que ninguém se perca; para isto já enviou Seu Filho e pagou o preço necessário à redenção de toda a humanidade; a boa notícia do amor de Deus deve chegar a todos para que cada um possa escolher se quer ou não aceitar a oferta de reconciliar-se com Deus. Você já se reconciliou com Ele? Então como pode cooperar onde está colocado hoje?

Sua vida terá mais sentido se você entender o propósito de Deus para ela.
Ministério Ouvir e Crer

0 comentários:

Receba atualizações por e-mail

 

Copyright © Vivendo o IDE All Rights Reserved • Design by Dzignine
best suvaudi suvinfiniti suv